Segunda, 22 Outubro 2018 12:25

Futebol e Cidadania Contra as Drogas Destaque

Avalie este item
(1 Votar)

Os campeões Paulo Victor, Seleção Brasileira e Michael, bicampeão, do Sobradinho Esporte Clube participaram do evento que teve o apoio institucional da FAAP. 

futecidajaque 1Sob coordenação da colaboradora da FAAP, Jaqueline Rodrigues dos Santos, estudante do curso de Serviço Social, da Faculdade Projeção, e participação da Assessora de Comunicação Dida Brasil e da coordenadora do Setor Socioeducacional do Sistema, Ana Paula Coutinho, foi realizado, no sábado (20/10), o evento Futebol e Cidadania Contra as Drogas, no Ginásio de Sobradinho (DF).

Na ocasião, abrilhantaram o evento o ex-atleta Michael, bicampeão do Sobradinho Esporte Clube e campeão do Tiradentes, Gama e Taubaté e o querido Paulo Victor, do Fluminense, Atlético Minério e Seleção Brasileira. Os dois conversaram com as crianças sobre futebol, o perigo do uso de drogas e a importância dos estudos. 

“Meu pai e minha mãe sempre falavam: pode jogar bola, mas tem de estudar. Então joguei nas séries A, B, C, Copa do Brasil, mas estudei, fiz Ensino Fundamental, Médio, Faculdade, Pós e sou concursado há 20 anos. Então, joguem bola, mas precisam estudar e obedecer o pai e a mães”, disse Michael aos pequenos. 

futecidajaque 2

Em seu depoimento, Paulo Victor falou com as crianças e pais sobre o trabalho realizado pela FAAP, os benefícios que a entidade disponibiliza a atletas e ex-atletas profissionais, a exemplo do programa de bolsas de estudos, auxílios e a ajuda para a conquista da aposentadoria. Ele destacou que só conseguiu se aposentar em razão da ajuda recebida pela entidade e agradeceu publicamente.

Paulo Victor também relatou a trajetória de sua carreira. “Eu queria ser atleta de futebol, ser diferenciado, mas não foi fácil. Na vida, vocês vão encontrar muitos obstáculos e tem de saber ultrapassá-los. A todo momento, tem alguém querendo nos levar para o lado errado. Não aceitem e sempre digam Não às drogas. Graças a Deus consegui chegar a Seleção Brasileira, último degrau da carreira, e cheguei lá porque sempre fui fiel aos meus princípios, respeitei meus pais, amigos e professores. Então, aproveitem o carinho e o apoio da família que é muito importante, lembrando que o companheirismo e a parceria fazem a diferença porque tanto no futebol, quanto na vida, se trabalha em conjunto” . 

futecidajaque 4

Presentes ao evento, o Batalhão Escolar da Polícia Militar do DF, com o Programa Educar para a Cidadania (Proeduc) e o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) que, por meio do Sargento Cristiano, ministrou palestra sobre o tema, ressaltando os malefícios das drogas ilícitas e as lícitas.  Pais e filhos acompanharam atentamente a apresentação. 

Ao fim do evento, foram sorteadas bolas e camisetas do projeto e distribuídos algodão doce e pipocas aos pequenos. “É muito importante que as crianças participem de eventos como este, para que o treinamento delas seja completo”, ressaltou o treinador Laerte, da Escolinha de Futebol do Laerte, que treina mais de 400 crianças em Sobradinho. 

 Para a coordenadora do evento, Jaqueline Santos, a participação de todos foi especial. “Acredito que a intervenção realizada com as crianças alcançou o objetivo proposto que era de conscientizar quanto aos perigos das drogas. Agradecemos a participação dos campeões Michael e Paulo Victor, a Escolinha de Futebol do Laerte, o Ginásio de Sobradinho, o Batalhão Escolar da PMDF e o Sistema FAAP/AGAP”, destacou Jaqueline.

 

 

Ascom/Faapatletas.

 

 

Compartilhar Notícia

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter