Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 21

Quarta, 28 Julho 2010 17:48

Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais no Ministério da Saúde

Avalie este item
(0 votos)

28/07/10-FAAP e SBH lançam campanha de combate à Hepatite C em evento no Ministério da Saúde com as presenças dos tricampeões mundiais Jairzinho, Félix e Paulo Cesar Caju.

A campanha de alerta contra a hepatite C, promovida pela Federação das Associações de Atletas Profissionais (FAAP) e Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH) foi apresentada pelo Ministério da Saúde, na tarde desta quarta-feira (28), na sede do órgão, em evento alusivo ao Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais. Estiveram presentes representantes da sociedade civil, médicos e imprensa.

Para reforçar o alerta contra a doença, FAAP “convocou” os tricampeões mundiais Jairzinho, Félix e Paulo Cesar Caju que abrilhantaram o evento e ressaltaram a importância do exame para a população em geral e, principalmente, aos ex-atletas que atuaram entre as décadas de 60, 70 e 80, por fazerem parte do grupo de risco.

Na ocasião, o ministro José Gomes Temporão anunciou uma série de compromissos que visam reduzir a doença no Brasil. Uma das metas é ampliar em 163% a quantidade de vacinas compradas para a hepatite B e a expansão na faixa etária que recebe a dose da vacina que agora alcançará adultos de até 24 anos.

Quanto á hepatite A o Ministério informa que o vírus atingiu 124.687 indivíduos entre 1999 e 2009, sendo a maioria homens. Já em relação à hepatite C, o protocolo clínico da doença ainda está em revisão e não há vacina contra este tipo da doença que já causou mais de 14 mil óbitos nos últimos dez anos.

O presidente da SBH, Raymundo Paraná, falou em nome do presidente da FAAP, Wilson Piazza, que não pode comparecer porque se recupera de uma cirurgia. Ele afirmou que um dos grandes desafios é aumentar o número de testes no Brasil já que muitos têm a doença sem saber. “A hepatite C é silenciosa. Nem o governo e a sociedade civil compactuam com esse silêncio”.

O superintendente da FAAP, Márcio Tannús de Almeida ressaltou que a Federação dará apoio aos ex-atletas que constatarem estar com hepatite. “Vamos ajudar com remédios, alimentação balanceada e o que mais necessitarem”, afirmou.

Os tricampeões mundiais presentearam o ministro com uma camisa oficial da seleção brasileira autografada. Temporão agradeceu aos campeões e estendeu o carinho ao presidente da FAAP, Wilson Piazza, desejando-lhe franca recuperação.

Compartilhar Notícia

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter